Quando a água assenta por um longo período, a lavagem das mãos e as descargas de vasos podem pulverizar a água parada cheia de bactérias.

Fechamentos prolongados e falta de fluxo de água podem levar a uma concentração perigosa de patógenos e metais

Quando os prédios são praticamente abandonados devido a ordens pandêmicas de ficar em casa, a água para de fluir por seus canos e coisas ruins começam a acontecer dentro dos encanamentos. Produtos químicos nocivos começam a se acumular e micro-organismos potencialmente patogênicos começam a crescer. Leva apenas dias para que concentrações perigosas se formem, mas muitos edifícios permanecerão fechados por meses. Quão sério pode ser o problema? Até agora, existem poucas orientações ou informações oficiais sobre a qualidade da água em prédios vazios, mas um novo estudo da Universidade de Purdue nos deu uma luz sobre o assunto.

A Fundação de Ciência Nacional concedeu uma bolsa de pesquisa de resposta rápida à uma equipe de Purdue para monitorar a qualidade da água dos edifícios enquanto eles estão vazios e quando estiverem novamente ocupados. O estudo ajuda a um esforço nacional para colaborar com agências de saúde pública, proprietários de edifícios e operadores de água com informações sobre como colocar em funcionamento os prédios que foram desocupados pela pandemia sem colocar em risco a saúde humana. O engenheiro ambiental da Universidade de Purdue, Andrew Whelton, explicou o seguinte:

Não projetamos prédios que estejam fechados por meses. Este estudo se concentra nas consequências e ajudará os proprietários de edifícios a garantir que eles estejam seguros e operacionais quando os ocupantes retornarem.

Água Parada no Encanamento

Enquanto ficar em casa pode ajudar a impedir a transmissão do COVID-19, a água parada em tanques de água, filtros, aquecedores e abrandadores podem promover o crescimento da bactéria mortal Legionella, que causa a legionelose, além de outras bactérias patogênicas. No entanto, os pesquisadores também apontam que nem todas as bactérias que podem florescer em tubulações são patogênicas e nem todo o perigo advém de patógenos.

O chumbo e o cobre na água podem causar problemas neurológicos e cardiovasculares, além de diarreia e náuseas. Durante o uso normal, a lixiviação de metais na água dos tubos é tão lenta que as concentrações são insignificantes no ponto de uso, mas podem atingir rapidamente níveis perigosos se a água permanecer nos tubos por muito tempo.

A descarga de vasos sanitários e a lavagem das mãos podem pulverizar a água parada carregada de bactérias e causar doenças pulmonares. Esse vetor de doença é ativo mesmo que o suprimento de água seja clorado porque os desinfetantes na água se dissipam com o tempo.

Mantendo a Água em Movimento

Os Estados Unidos (incluindo alguns estados individuais), Canadá, Inglaterra e Europa fizeram recomendações para manter a água segura enquanto os edifícios permanecem inativos durante a pandemia do COVID-19. Embora as recomendações sejam diferentes, eles concordam que é importante não deixar a água estagnar.

Torneiras, aquecedores de água, abrandadores, resfriadores, vasos sanitários e outros componentes do sistema de água, como torres de resfriamento, devem ser lavados pelo menos uma vez por semana para substituir possivelmente água cheia de bactérias por água doce e remover sedimentos potencialmente perigosos. A duração do enxágue do edifício depende de condições únicas para cada construção, mas um edifício grande pode levar horas ou até dias para atingir rotação suficiente da água.

Uma estratégia fundamental é não deixar a água assentar em primeiro lugar. Quando um problema se desenvolve, a mitigação se torna complicada. Caitlin Proctor, pesquisadora de doutorado da Universidade de Purdue, alertou:

Quando voltemos ao trabalho após o distanciamento social, mesmo a limpeza completa do prédio pode não ter êxito na extração de água doce.

A limpeza de um prédio após o surgimento de um problema pode exigir choques químicos e equipamentos de proteção individual e, consequentemente, mais despesas.

MANTENHA-SE CONECTADO

Registre-se para conhecer as últimas notícias, tendências e inovações em tratamento de água, efluentes e reúso.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.